30.12.18

Música Sacra dos Séculos, o Concerto

Conforme tinha publicada numa entrada anterior, aqui no blogue, ontem a noite foi uma noite muito marcante, no que a Cultura em Oliveira de Azeméis, diz respeito.

Numa organização do Coro Litúrgico de Oliveira de Azeméis e da respetiva Paróquia, a partir das 21:30, perante uma assistência que lotou completamente a Igreja Matriz de Oliveira de Azeméis, aconteceu o Concerto "Música Sacra dos Séculos".

Foram momentos de grande qualidade musical e de grande contentamento pessoal ...

Cantou o Coro Litúrgico de Oliveira de Azeméis, dirigido pelo Maestro Paulo Amaral, que surpreendeu muitos dos presentes, pois a interpretação de temas que fogem aos cânones tradicionais dos cânticos litúrgicos, demonstrou a grande maturidade do coro, que leva trinta e sete anos a apoiar as liturgias ... Tocou a Tuna Musical de Anta, com excelentes executantes e superiormente dirigido pelo Maestro Humberto Granja, um colega que durante vários anos trabalhou na Escola Secundária Ferreira de Castro e, por último, mas não o último, tocou o meu sobrinho e Afilhado, Diogo Rosa, grande executante de Órgão de Tubos, instrumento que ele conhece, literalmente, por fora e por dentro, pois conjuntamente com o irmão Rui e o amigo Tó Parreira, faz alguns anos, desmontaram, limparam, concertaram e voltaram a montar o instrumento que foi utilizado. Tocou, a solo, dois temas, mas aquele que me deixou no auge, foi a "BWV - Tocata e Fuga em Ré menor" de Johann Sebastian Bach (1685 - 1750).

O concerto foi transmitido em direto para a internet, pela Azeméis TV e pode ser revisto, aqui!

O jovem casal Margarida e Hugo, filhos de Amigos de longa data, fizeram a apresentação do Concerto

Rui Rosa, o meu Sobrinho mais velho, coralista  e também ele um grande executante de Órgão de Tubos

O Maestro Paulo Amaral, responsável pela condução do Coro Litúrgico de Oliveira de Azeméis

No Órgão de Tubos, o Diogo Rosa (segundo plano) acompanhado pelo Tó Parreira (primeiro plano), que o ajudou

Humberto Granja, o Maestro da Tuna Musical de Anta

Uma excelente solista. Para além do solo, também integra a Tuna como violinista

No final, as palavras do Pároco de Oliveira de Azeméis, Padre Zé Manel, a quase encerrar o Concerto

Sem comentários: