27.5.18

Vagos - Aveiro - Oliveira de Azeméis

O dia de hoje, foi passado no triângulo entre Vagos, Aveiro e Oliveira de Azeméis. O motivo? Ver um ciclista que participou na Aveiro Spring Classic, uma prova destinada a amadores de ciclismo, com 116 quilómetros de extensão, corrida em estradas de Aveiro, Ílhavo e Vagos. Depois do almoço, na Churrascaria Pires, em S. Bernardo, um passeio pelo Centro de Aveiro, antes do regresso a Oliveira de Azeméis, onde decorreu o Entr'Artes, este ano animado com o pré-lançamento do FRANCISCA OAZ, com a Parada de Espanto ...

A primeira paragem foi feita em Vagos. Motivos técnicos, entre os quais a leitura do mapa do percurso. Aproveitei e fotografei os participantes numa Caminhada / Cãominhada ...

O primeiro grupo de "amadores" na ligação entre Vagos e a Gafanha da Boa Hora


A razão da nossa presença na prova. O dorsal 80!

No Fórum Aveiro, para que ninguém se perca, a indicação do norte ... e dos outros pontos cardeais!

Um dos edifício icónico da cidade

Quarto domingo do mês é igual a Feira de Velharias (algumas bem novas ...)

Em Aveiro a antecipar o que se passa em Oliveira de Azeméis

Hoje, em Oliveira de Azeméis, houve Entr'Artes
Atuação da Tuna da Universidade Sénior de Oliveira de Azeméis


Espantalhos da Parada de Espanta

Uma das atuações de Dança mo Entr'Artes

26.5.18

O domingo vai ser colorido ...


O dia de amanhã, domingo, vai ser colorido no centro de Oliveira de Azeméis. Motivo? Mais uma edição do Entr'Artes o festival que reúne nas Ruas Pedonais e na Praça José da Costa (Jardim Público) artistas de várias artes, como a Pintura, a Escultura, a Dança, as Artes Performativas, entre outras ....

No final do festival, vai realizar-se a Parada de Espanto, o pré-arranque do FRANCISCA OAZ, o 1.º Festival de Espantalhos de Oliveira de Azeméis que vai animar a cidade e o concelho nos meses de junho e julho.


25.5.18

Um dia em torno de Ferreira de Castro

Ontem dia 24 de maio, estive envolvido em atividades relacionadas, de algum modo, com a celebração dos 120 anos do nascimento de José Maria Ferreira de Castro.

Logo pela manhã, estive presente na Escola Básica e Secundária Ferreira de Castro, na sessão de abertura do Dia do Agrupamento. Foi uma sessão intensa, com um grande envolvimento de alunos e que marcou, de forma muito digna, a abertura das atividades do Dia.

O tema da sessão de abertura. Viajar com Ferreira de Castro, com textos do próprio autor ou que foram escritos sobre ele ...

Três jovens músicos, alunos da Escola, que fizeram um excelente acompanhamento

Ilda Ferreira, Diretora do Agrupamento, a dar as Boas Vindas

Rui Luzes Cabral, Vice Presidente e Vereador da Educação da Câmara Municipal de Oliveira de Azeméis, no uso da palavra (a ler um dos textos lido anteriormente), acompanhado, e bem, ao piano

Um dos vários jogos que, neste caso as crianças do Pré-Escolar, podiam fazer ...

Ao final da tarde, na Biblioteca Municipal Ferreira de Castro a Câmara Municipal de Oliveira de Azeméis, com o apoio do Centro de Estudos Ferreira de Castro, organizou as atividades "oficiais" da comemoração. em torno da apresentação da obra da Ana Cristina Carvalho "Terra Nativa Natureza e Paisagem Humanizada em Ferreira de Castro". com base na sua tese de Doutoramento em Ecologia Humana e duma pequena exposição documental, com alguns documentos recentemente adquiridos pelo Município do espólio Álvaro Salema.

A obra que foi lançada. A Amiga Ana Cristina Carvalho, escreveu-a e o Centro de Estudos Ferreira de  Castro, editou-a

Manuel Alberto Pereira, Ana Cristina Carvalho e a Filha

Ferreira de Castro em versão Espantalho ...

Marta Mota

Rui Luzes Cabral

Carlos Castro

Ana Cristina Carvalho

Pedro Calheiros
 Sessão de abertura e elementos da mesa da Apresentação

Ensamble de Clarinetes da Academia de Música de Oliveira de Azeméis

Parte dos participantes no evento, enquanto escutava-mos um dos temas interpretados pelo Ensamble

Isabel Pardal, a primeira leitora, nas Leituras com Sabores, última atividade do evento ...

Momento da integração do "Terra Nativa" na minha coleção de Livros com Alma.
Autógrafo da Ana Cristina Carvalho


24.5.18

Família a aumentar ...


Mais uma ou um Rosa a caminho ...

Cento e vinte anos do nascimento

Hoje, 24 de maio, passam 120 anos sobre o nascimento de José Maria Ferreira de Castro. Foi no lugar dos Salgueiros, na freguesia de Ossela, Oliveira de Azeméis, que por volta das 11 horas, sua Mãe, Maria Rosa Soares de Castro, o deu à luz. Seu pai foi José Eustáquio Ferreira de Castro, que faleceu quando a criança contava 8 anos de idade.

Criança interessada e interessante, desde muito cedo despertou para as letras, mesmo tendo frequentado só a Instrução Primária, que concluiu na Escola de Santo António, na freguesia.

Ainda menino e moço, com pouco mais de 12 anos, parte para o Brasil, lá longe, onde foi trabalhar. Como rapaz com algumas letras, foi caixeiro no Seringal Paraíso, no município de Humaitá, em plena Amazónia, antes de passar por Belém do Pará, onde publicou, em fascículos, a obra Criminoso por Ambição, no ano de 1916.

Em breve regressaria a Portugal, onde se dedicou ao jornalismo e à escrita, tendo-se tornado um dos mais importantes escritores do século XX, ao mesmo tempo que era um lutador pela Liberdade, que viu devolvida ao seu povo poucos meses antes de falecer, o que aconteceu a 29 de junho de 1974.

Para assinalar o dia, a Câmara Municipal de Oliveira de Azeméis, em colaboração com o Centro de Estudos Ferreira de Castro, organizou um evento, que tem como âncora a apresentação da obra de Ana Cristina Carvalho "Terra Nativa" que tem como subtítulo "Natureza e Paisagem Humanizada em Ferreira de Castro".

Programa do final da tarde na Biblioteca Municipal Ferreira de Castro:

17:30 - Inauguração da Mostra biobibliográfica - “Ferreira de Castro – Da Vida, Para Além da Obra”
18:00 - Apresentação do Livro "Terra Nativa" de Ana Cristina Carvalho, pelo Professor Doutor Pedro Calheiros
19:00 - Leituras entre sabores (Merenda)

Para além deste evento, muitas outras entidades se associaram ao aniversário. Em primeiro lugar, o Agrupamento de Escolas Ferreira de Castro, que tem hoje o seu Dia da Escola, as Bibliotecas Escolares, que desafiadas pelo Centro de Estudos, apresentam aos alunos a vida e obra do escritor osselense e o Centro de Formação, que no seu espaço, organizou uma vitrina, com base num dos romances icónicos, A Selva.


22.5.18

Amizades ...

As recentes 24 Horas das Bibliotecas Escolares, de que fui dinamizador, foram momentos de Encontros e Reencontros ... as fotografias falam por si ...

Abertura das 24 Horas das Bibliotecas Escolares na EB dr. José Pereira Tavares (AE de Loureiro), no Pinheiro da Bemposta,, com a Professora Bibliotecária e Amiga, Graça Pinho. Na mão, um mobile, feito e oferecido pela Amiga Helena Henriques, Assistente Operacional desta Biblioteca

Um reencointro que proporcionei ... A Sandra Barão Nobre e o Nuno Marçal. Para além do conhecimento virtual, em que eu de alguma forma intervim, a Sandra já se sentou no banco da direita, da Bibliomóvel de Proença-a-Nova, que o Nuno leva às gentes do Concelho.

Uma das várias excelentes comunicações. A Amiga Sandra Barão Nobre falou sobre "Ler: Um Sentido de Vida"

Ainda outra bela comunicação, a do Nuno Marçal, que falou sobre a "Bibliomóvel de Proença-a-Nova: Útil, Próxima e Afectiva"

E mais outra bela comunicação. Desta vez, vinda do outro lado do Atlântico, com passagem por Salamanca, a Soraia Magalhães, fez "Confissões de uma Caçadora de Bibliotecas"

Quatro sorrisos, antes do jantar ...

A Amiga Leonor Sousa, companheira de outras andanças bibliotecárias, no uso de uma das suas aptidões. A Pintura. Neste caso, com café!

O destaque vai para o Mário Rui, que foi um dos desbloqueadores da conversa. Para isso, também se serviu da viola e da voz ... Para além dele, outra Amiga. A Cristina Filipe.

Mais dois amigos do tempo do Liceu Ferreira de Castro. O Luís Pedro e o Mário João. Em comum, para além da Geografia e da profissão, o Glorioso!

20.5.18

Mimos

Na passada sexta feira e ontem, decorreram as 24 Horas das Bibliotecas Escolares, conforme dei conta neste blogue. Forma momentos muito intensos, emocionantes e de grande amizade ...

Visitei algumas escolas (poucas) que estiveram envolvidas, especialmente as duas Escolas Básicas do Agrupamento de Loureiro. Nelas fui sempre Mimado!

Conjunto de objetos recebidos em Loureiro e Vale de Cambra (a brochura dos Livros, Leituras & Leitores, ficou para mais tarde recordar ...)

Na EB Dr. José Pereira Tavares (AE de Loureiro) no final da atividade de Abertura Oficial das 24 Horas das Bibliotecas Escolares 2018, a Helena Henriques, Assistente Operacional da Equipa da Biblioteca, ofereceu-me um Mobile com Tsurus, a imagem de marca desta Escola.

19.5.18

Recebi um prémio ...

Ontem, a meio do Seminário que o Centro de Formação organizou, fui surpreendido pela Marta Brandão, Amiga e Professora Bibliotecária no Agrupamento de Escolas de Arouca, que me entregou o prémio do Concurso "Kit do Leitor Feliz" na categora Encarregados de Educação / Outros, que o Agrupamento promoveu no âmbito das 24 Horas das Bibliotecas Escolares


Os trabalhos que enviei.
Foto 1 - Livro: Uma Volta ao Mundo com Leitores, Sandra Barão Nobre
Foto 2 - Livro: In Illo Tempore, Trindade Coelho

Prémios:
Livro: Geologia da Região de Arouca e Paiva, Olindina Miller
Castanhas Doces de Arouca