29.1.18

Carnaval 2018 [1]

Pois é. Estamos a aproximar do Dia de Carnaval ... apesar de ainda faltarem duas semanas, há localidades onde tudo já começou ... é o caso da "minha" Ovar, onde ontem foi dia de chegada das altezas reais, El Rei, Dom João, o Afetuoso e Dona Ângela, a Raríssima, ao Paço Real, onde vão reinar por estes quinze dias ...

O Carnavalesco Paço Real, ainda esperava os seus ilustres habitantes ...

Gigantones, abriram o Real Cortejo  ...

 ...com muita alegria e beleza à mistura ...

Vista privilegiada

Mais beleza!
Mais ainda!

De pequenino os vareiros começam a viver o Carnaval!

Mais uns passos de Samba!

Ainda de mais pequenino, em versão a dobrar ...

Calmas e tranquilas, deviam pensar lá no seu entendimento, que cabrada esta ...
Mais uma sambista ...

El Rei Dom João, o Afetuoso

O casal real, que por estes dias vai reinar no Carnaval de Ovar

Preparados para os discursos aos súbditos foliões ....

Manhã de ontem na cidade

Na minha habitual caminhada de domingo pela cidade, ontem, passei, como costumo passar, por dois dos três pavilhões desportivos de Oliveira de Azeméis. O da União Desportiva Oliveirense, o Pavilhão Dr. Salvador Machado e o Municipal, Pavilhão Professor António Costeira. Em ambos praticava-se desporto ...

No Pavilão Dr. Salvador Machado, Um derbi é sempre um derbi!
Neste caso no escalão de Benjamins, um UD Oliveirense X AD Sanjoanense

Pavilhão Municipal Professor António Costeira.
Futsal Clube de Azeméis X Grupo Desportivo da Gafanha

25.1.18

Aveiro, hoje!

Por motivos profissionais, passei a tarde de hoje em Aveiro, numa reunião na Universidade. Estacionei numa rua próxima do campus. As vistas são estas ...



Interessante a paisagem da cidade ...

23.1.18

A visita de uma Amiga

Ontem, o meu dia de trabalho foi alegrado pela visita da Amiga Leonor Sousa, que veio com um amigo pessoal, falar-me de um projeto para o Centro de Formação.

Veio em visita e deixou-me dois mimos. Um, a revista [sem] Equívocos, um projeto editorial da responsabilidade de Augusto Canetas, o amigo da Leonor que veio para tratar de assuntos de trabalho e outro, a edição de 18 de dezembro último do Jornal Correio da Feira, com um artigo de quatro páginas sobre a Mulher, a Pintora, a Cabeleireira,  que a minha Amiga, é!

A capa do número 4, outono, 2017, da revista [sem] Equívocos reproduz um dos muitos quadros da Leonor. No interior, páginas 40 e 41, o perfil pessoal e a análise da ARTISTA que a Leonor Sousa, é.




Com uma grande chamada na primeira página e depois ao longo das páginas 14 a 17, uma excelente caraterização da Leonor Limas de Sousa

22.1.18

Domingo cinzento ...

O dia de ontem, domingo, 21 de janeiro, foi um dia cinzento! Sem chuva, é verdade, mas muito cinzento, porque muito húmido.

Mas foi um domingo interessante: 

De manhã, um passeio a solo, no Parque de La-Salette. De tarde, já com o pequeno Samuel, visita a amigos que vivem em Vilarinho do Bairro!

 Parque de La-Salette

A cidade, envolta na neblina, vista do miradouro
Sempre bonita!
A ponte é uma passagem p'ra outra margem
Pontes naturais
Espaço de descanso ... venha o sol!
Imponência nua!

Vilarinho do Bairro
Quando a primavera chegar ....
Trabalho a(o) meio ...

Comestível?
 

20.1.18

Um dia (em) cheio



O meu dia de hoje foi em cheio ... Manhã e tarde d e formação em torno de Escrita Criativa!
Começou hoje no Centro de Formação uma ação, dinamizada pela Formadora Lúcia Vaz Pedro, sobre Escrita Criativa. Aberta a todos os docentes do Agrupamento de Escolas Soares Basto, aproveitei a oportunidade e inscrevi-me! Em boa hora o fiz ... o primeiro dia da ação (sete horas) foi um revelar de coisas e mais coisas ... sobretudo foi um tempo de afetos!
Um grande sorriso. Formadora Lúcia Vaz Pedro
Dossier dos Formandos
Um dos muitos momentos de leitura. Dos seus e dos nossos textos ...
Descontração!
Um dos textos que a Lúcia nos leu, foi o poema ILUMINA-TE


Ilumina-te!
Acende a luz do teu olhar!
Ilumina o teu caminho!
Ascende!
Ilumina-te a passar!
Apaga a escuridão
Das trevas do teu mundo!
Não te deixes lá ficar!
Não, não temas o fundo,
Ouve o teu coração a palpitar,
Balão cheio no ar
Dessa luz que tens no olhar!
Ilumina-te,
Pupilas brilhantes,
Pirilampos cintilantes!
Tens medo?
Agarra-te a mim!
Abraça-me! Dá-me a tua mão!
Vem comigo!
Somos ambos viajantes
Ambos queremos levitar!
Vem, vem comigo viajar!

Lúcia Vaz Pedro

Porque escolhi este texto, dos vários que foram lidos? Simples, muito simples! Pela história a ele associado. Uma história alegre e triste ao mesmo tempo ... uma história marcante!

19.1.18

Ferreira de Castro em São João da Madeira

Não, o escritor osselense não esteve em São João da Madeira. O escritor osselense é evocado em São João da Madeira, num parque que ostenta o seu nome.

Ontem, durante a pausa para o almoço, passeei por lá ...

Uma das entradas do Parque

Para uma refeição ligeira ou café ...

Escultura, resultante dum evento ....

Um dos exemplares de sobreiro existentes no Parque

Assinalando os 50 anos de publicação de "A Selva"
(pena os "rabiscos" feitos por algum aspirante a "artista")


Mais uma das várias esculturas do Parque

18.1.18

São João da Madeira

Na hora de almoço de hoje, que foi passada em São João da Madeira, entre duas situações profissionais, ambas do mesmo evento, fotografei mais alguns detalhes da cidade ...
Já foi Cinema, hoje é um espaço multifuncional. É a Casa da Criatividade.

Uma solução interessante. Uns pinos flexíveis em aço, na rua de acesso À Praça Luís Ribeiro.

Grafittis ....

Para a primavera que se aproxima ...

Mais um grafitti ...