31.5.13

É este fim de semana ...


Reutilizar

As imagens que ilustram esta mensagem, chegaram-me via e-mail. Porque as achei muito interessantes e sugestivas, não resisti à sua publicação, acompanhadas de um texto, que não é meu, mas que encontrei neste endereço, sobre o assunto.

Já fizeram muitas léguas, agora ...

Interessante sistema de rega ...

Já serviram Chá ou Café, agora são vasos ...

Suportes? Estante?

Vasos com sistema de auto-fornecimento de água

Uma segunda vida ... [1]

Uma segunda vida ... [2]

De Garrafas a Jarras ...

No jardim a banheira, melhor, o sofá ...

Um curioso porta brincos ...

Um comedor para pássaros ....

... ou um comedor para gatos ...

Caças de ganga que viraram vasos ...

Como piano já não devia valer grande coisa ...

Mais um conjunto original de vasos, neste caso as conchas de cozinha ...

Kit mãos livres ou a reutilização de um cabide

Curioso suporte para ninhos de pássaros ...



REUTILIZAR

"A Reutilização é uma atitude que se promove de uma forma bastante individual (ou no seio de pequenos grupos, como uma família), pelo que tudo aquilo que se possa produzir a partir de matéria usada, decorre meramente da imaginação, da necessidade de cada um e da finalidade que cada um lhe quer dar. 

Reutilizar consiste em usar um produto mais do que uma vez, sem que este sofra qualquer tipo de alteração ou processamento complexo (sendo apenas limpo) e independentemente do facto de se lhe atribuir a mesma função ou não. Ainda que não se encontre uma forma imediata para a reutilização, muitos produtos devem ser considerados como reutilizáveis devendo ser, por isso, guardados para um momento posterior. 

O processo de reutilização pode ser levado a cabo de duas formas: reutilizando os produtos em casa (reutilização caseira/ doméstica) ou levando-os de novo à fábrica onde serão posteriormente reutilizados (reutilização industrial). No entanto, o tipo que iremos desenvolver mais é a reutilização doméstica, já que no caso da industrial, o processo de reutilização não está realmente nas nossas mãos.

In: http://www.reutilizacaosolidaria.no.comunidades.net/index.php?pagina=1795744569, acedido em 31 de maio de 2013, às 10:28
 

29.5.13

Porto (Foz) em oito fotografias

Uma panorâmica da Praia na zona da Foz

Quem será este senhor? Dão-se alvíssaras ...

Uma bela esplanada ...

Esta fugiu da Batalha ...

As instalações da PSP na Foz

Literalmente preso por arames ...

Uma bela máquina ...

Junto à entrada da UCP

Ontem fui ao Porto ...


O dia de ontem foi passado no Porto, mas precisamente nas instalações da Universidade Católica do Porto, na Foz, onde fui apresentar o Projeto Digileitur@s, que está a ser desenvolvido na Biblioteca Escolar Madalena Sotto, da escola sede do Agrupamento de Escolas Soares Basto. 

Este projeto foi selecionado para representar o Município de Oliveira de Azeméis, num seminário sobre projetos relevantes na área da educação e formação.

Para mim foi uma honra ser este projeto o escolhido. Foi uma honra, porque desde a primeira hora, desde que soube da abertura do concurso pela Fundação Calouste Gulbenkian, que este projeto era "meu".

É claro que ele só foi possível porque a então diretora da Escola, me disse para avançar ... que a colega Clementina Fernandes o abraçou e porque depois disso muita gente colaborou e colabora para que ele continue, agora que o financiamento acabou ...


Apresentação de suporte à minha comunicação

26.5.13

Mercado à Moda Antiga [4]

Hoje, domingo, dia 26 de maio, ao princípio da tarde ... caras conhecidas e animação ...

GENTE CONHECIDA

O Zé (ainda é da família) e a Conceição Ferreira (a dos espantalhos em Macinhata e no Mercado à Moda Antiga)

O Carlos, primeiro treinador do meu filho João nos tempos da Escola Livre de Azeméis

O meu sobrinho mais velho, o Rui Rosa, no espaço do Jardim de Infância O Pinto, onde estão os meus sobrinhos netos ...

A Isabel, esposa do Rui, num momento de lavagem de louça, numa bacia de zinco ...

O Casal Mota, Emília e Carlos e a Ana Maria, no espaço da EB 1 / JI N.º 1 de Oliveira de Azeméis ...
ANIMAÇÃO



Um Grupo de Bombos do Pinhal Novo

Concertinas e Bombos ...
Música e Cantares ...

25.5.13

Mercado à Moda Antiga [3]

Durante a tarde do primeiro dia ...

Oliveira de Azeméis é Pão de Ul!

Pão de Ul é igual a Moinhos ...

Uns belos galináceos ...

Palavras para quê ... representantes de Macinhata da Seixa e do Rancho do Grupo Musical Macinhatense ...

Este foi o meu livro de leitura da terceira classe ...

Gente conhecida e Amiga ...

A cabra mãe e as cabritinhas ...

De Macinhata da Seixa para o Mundo

Ele e a Viola. Ah, Junqueira!

Era o único espetador ... numa ideia muito interessante ... cantar no Tradicional Comércio ...

A atuação do Rancho Folclórico do Grupo Musical Macinhatense ...

As espetadoras do Teatro de Robertos ...

De Frossos (Albregaria-a-Velha) a fazedora de esteiras ...

Fado numa Retrosaria ...

Nuns dias é professora, noutros vendedora ... a Ana Maria ...

Música Tradicional Portuguesa no Largo da República

Pormenor líquido ...

Concertinas ao desafio ...

Belos, Bons e Saborosos! São Rojões feitos em Tacho de Cobre!


O meu irmão ...

Música na Confeitaria Ideal, um ícone da cidade ...