31.10.16

ouTonalidades na Soares Basto







No passado sábado, enquanto decorria uma sessão de uma ação de formação no interior da Escola Básica e Secundária Soares Basto, aproveitei para fotografar no exterior, as árvores que se vão despedindo das suas folhas. São ouTonalidades fantásticas ....

30.10.16

A propósito de alguma polémica ...

Recentemente, depois de agosto, houve alguma polémica aqui por terras de Azeméis, a propósito d euma intervenção que a Câmara Municipal mandou fazer na Rua General Humberto Delgado, que implicou, entre outras coisas o abate dos Castanheiros da Índia, do lado sul da rua ...

Fotografia de Carlos Cunha, acedida a partir de http://mapio.net/s/31470734/?page=18


Uma das razões invocadas para o seu abate, foi o da degradação dos passeios e da própria rua, o que era verdade ...

A rua foi alterada, foi criada uma psita ciclável, foram plantadas novas árvores ... Recentemente, através do Facebook, tive acesso a um blogue brasileiro, presumo eu, sobre 31 espécies de árvores que são perfeitamente adaptadas ao mei urbano ... é certo que algumas destas espécies são tropicais e por isso de difícil sobrevivência em climas temperados. como é o nosso. Mas vale a pena ler ...

Alguém viu a Cinderela em São João da Madeira?










Em São João da Madeira, terra de sapatos e sapateiros, há Sapatos à Solta, digo eu ... Não tenho grande informação sobre o projeto, que conheci através de algumas partilhas no Facebook.

Esta tarde, após um dia bem passado em Arouca, passei pelo centro da cidade sanjoanense e fotografei dez sapatos gigantes.

Pelo que me aprecebi, é um projeto duma organização espanhola e fez-me lembrar um projeto que há uns anos atrás foi feito cá em Portugal com vacas ...

Arouca, Festival da Castanha 2016

Parte da manhã e da tarde de hoje foi passada em Arouca. Motivo, provar os sabores no restaurante Sabores do Saber, Restaurante Pedagógico da Escola Secundária de Arouca, onde a ementa estava toda relacionada com o Festival da Castanha, na sua sexta edição ... Foi um dia bem passado ...


A Lila e o Samuel, na chegada ao Festival ...

Um dos espaços do Festival. Este dinamizado pela Equipa da Biblioteca Municipal

Porta de entrada para a Adega do Convento, onde estava localizado o Restaurante Pedagógico, Sabores do Saber, da Escola Secundária de Arouca

Um quadrilátero de azul ...

Por trás da esuberância da folhagem , uma varanda que me encanta, a da Biblioteca Municipal ,,,

Portas abertas ...

Para lembrar a adega das monjas ...

Um dos pratos ... Gratinado de Bacalhau lascado com cebolada, castanhas e legumes com cama de cogumelos

Uma excelente sangria para acompanhar a comida ...

A ementa, que as alunas de Turismo, entragavam a que estava interessado ...

Depois do almoço, o exercício físico ...

... ou o recolhimento religioso ...

Para resolver um problema pendente ...

A azul passou para as mãos do Samuel. De repente fez pof!!!

No Espaço da Criança, tempo de "leitura" [1]

No Espaço da Criança, tempo de "leitura" [2]

No Espaço da Criança, tempo de "leitura" [3]

Na praça, primeiro Folclore ...

... com bastante público a assistir ...

... e a Escola de Música da Banda de Música de Arouca. Bom concerto!

Estátuas vivas alusivas ao tema do Festival ...

Um tema musical ...



Cálice (Chico Buarque) pelos FIO (Aline e Elísio, com a participação de Caio Prado)

Oliveira de Azeméis ao entardecer ...



Uma volta com partida e chegada próximo do Pavilhão Dr. Salvador Machado, passando por espaços de Desporto, Cultura e Educação na cidade ...

29.10.16

Animação da Leitura


Já aqui escrevi muitas vezes sobre Bibliotecas e as atividades que aí são realizadas, quase todas elas em torno da animação da leitura.

Hoje, durante as minhas deambuçaões, dei com um artigo num sítio especializado, o Infotecários, onde encontrei u texto muito interessante ...

Sobre "Animação da Leitura", li:

"Son muchas las definiciones que en torno a la animación a la lectura se han dado; Blanca Calvo (op. cit. Martínez, 2012, p. 65), Directora de la Biblioteca Pública de Guadalajara, España nos dice que “Apagar la luz y empezar a leer al resplandor de las linternas cuentos de miedo con los niños es animación a la lectura, organizar cursos de calceta para que entren en la biblioteca personas que de otra forma no lo harían es animación a la lectura, contar cuentos por la noche al calor de una quemaida es animación a la lectura, convertir la biblioteca en restaurante y ofrecer a los usuarios manjares literarios es animación a la lectura. Presentar cada día a los alumnos un libro “encontrado” en cualquier sitio según se va al instituto, colegio o biblioteca es animación a la lectura, hacer ruedas de prensa con los personajes de los clásicos es animación a la lectura, jugar con los niños a cambiarles los finales a los cuentos es animación a la lectura, reservar tiempo lectivo para frecuentar la biblioteca es animación a la lectura. Contar cuentos a los hijos en la cama es animación a la lectura, meter libros en la maleta cuando se va de vacaciones es animación a la lectura, narrar el comienzo de una historia y provocar el deseo de seguirla en las páginas de un libro es animación a la lectura, regalar libros en las fiestas familiares es animación a la lectura. Animación a la lectura es todo eso y mucho más.”

Das Duas para a Uma


A noite de hoje, é noite de mudança ... mudança da hora. Vamos deixar a hora de verão e passar para a hora de inverno.

No Jornal Expresso há um artigo muito interessante sobre o assunto ...

Arte Urbana



Já várias vezes publiquei entradas neste blogue sobre Arte Urbana. Recentemente escrevi algumas vezes sobre o ESTAU. Ontem, através do Facebook, fui dar a um sítio e a uma notícia sobre transformações ...

10 incríveis transformações de arte urbana estilo “antes e depois”

Realmente há coisas magníficas ... não há nenhuma fotografia de Estarreja, mas podia haver ... há lá intervenções tão boas quanto as das imagens ...

28.10.16

Biblioteca Municipal Ferreira de Castro

A biblioteca municipal de Oliveira de Azeméis, tem como patrono Ferreira de Castro. São incontáveis as entradas que tenho feito, aqui no blogue, sobre a biblioteca, muitas acompanhados de fotografias, mas são sobretudo entradas de atividades no seu interior.

Ontem, antes da inauguração da exposição de que já dei, aqui, notícia, tive a oportunidade de fazer algumas de fotografias do pátio interior.

O edifício da biblioteca, da autoria do arquiteto Lopes da Costa é basicamente um U, aberto a sul. Entre a ala nascente a a ala poente há um pátio, com um pequeno auditório ao ar livre, um espaço agradável em dias de bom tempo ...

O pátio visto de norte para sul. Ao fundo a bancada do auditório

O pátio visto de sul para norte, com vista para a escultura de metal e mármore

Uma meia boa notícia ...

Publicou ontem o jornal Público, uma notícia muito interessante, mas na minha opinião é apenas uma meia boa notícia ...


Diz o título:

CP vai explorar comboio histórico na linha do Vouga

Ao ler a notícia no seu todo ficámos a saber que a intenção da CP é fazer circular este comboio entre Aveiro e Águeda, por isso a "meia boa notícia" ... é pena que a empresa não pense fazer circular o mesmo no troço Oliveira de Azeméis até Espinho ... Partindo de Espinho (outra estação da Linha do Norte, com facilidade de acesso ao Alfa e Intercidades) e paragens em lugares associados à cultura ou à paisagem, como Paços de Brandão (Museu do Papel), Santa Maria da Feira (Castelo e outros monumentos, como  convento dos Lóios), São João da Madeira (Museu da Chapelaria e Turismo Industrial) e Oliveira de Azeméis (Parque de La-Salette e futuro Museu do Vidro e Parque Molinológico) entre outras opções 
...

Sei que pode haver problemas técnicos, nomeadamente com a inversão das composições (a máquina), mas essa situação também deve ocorrer em Aveiro e Águeda, onde, ao que eu saiba, não há rotunda para fazer a inversão de uma eventual máquina a vapor ...

27.10.16

Serralves em Oliveira de Azeméis

Podia ser o título de uma exposição, mas não é. O verdadeiro título é "Que sais-je? Livros e edições de artista da Coleção de Serralves" e é uma exposição, inaugurada ao final da tarde de hoje, na Biblioteca Municipal Ferreira de Castro, onde vai ficar até 28 de janeiro do próximo ano.

Na inauguração esteve representada a Cãmara Municipal, através do Presidente e da Vereadora que tutela a Cultura, a Fundação de Serralves, pela Presidente do Conselho de Administração e pelo responsável pela ligação da Fundação às Autarquias, técnicos da Fundação, a Bibliotecária Municipal e alguns curiosos, entre os quais, eu ...

E o que é a exposição?

Segundo o catálogo da exposição, disponível para os visitantes, a exposição "Que sais-je? é o nome da famosa enciclopédia de bolso francesa fundada em 1941. Esta coleção de livros foi pensada para fazer chegar ao grande público conhecimentos sobre os mais diversas áreas e publicou, desde a sua origem, 3 800 títulos de 2 500 autores.
Também a arte contemporânea, e os museus que a colecionam, estudam e apresentam, se relacionam com a produção de conhecimento. Basta pensar que atlas, dicionários, enciclopédias - -formas canónicas de armazenar e transmitir sabedoria - -são modelos recorrentemente replicados (e parodiados) pela arte produzida desde as primeiras vanguardas so século XX"

 












Diferentes momentos da Exposição e da sua inaugração ... visitável até ao final do mês de janeiro ...