23.9.18

ESTAU 2018 [VII]

A tarde e noite de ontem passei-a em Estarreja em atividades do ESTAU 2018. Fui, para participar no Workshop sobre o Instagram, mas enquanto o mesmo não começou, aproveitei o tempo para deambular pela cidade e ver, entre outras coisas, o trabalho do Milo, artista italiano. É uma parede de grandes dimensões, situada na Rua Desembargador Correia Teles (supermercado Couto) e que ficou com um aspeto lindíssimo ... Passei também pela Casa da Cultura, onde está patente a exposição de fotografia ESTAR(reja), com fotos a preto e branco de Miguel Oliveira, fotógrafo que reportou a primeira edição do Festival.

Depois do jantar, mais uma volta pela cidade e assistência, na Praça Francisco Barbosa, ao espetáculo de Circo Contemporâneo, protagonizado por um quarteto de artistas do coletivo Plaina, que deram corpo ao dia a dia duma sociedade ribeirinha.


No edifício do supermercado Couto fica, para a posteridade, o trabalho do Milo, aliás Francesco Camillo Giorgino, vindo de Itália


Na Casa da Cultura e até 30 de setembro, a exposição fotográfica do Miguel Oliveira. Fotografias a preto e branco, com a realidade de 2016, expostas de forma muito original ...
 


No interior da Biblioteca Municipal está a decorrer um conjunto de atividades a que chamaram "Uma espécie de Mostruário". Eu vi a feirinha e assisti ao workshop sobre Instagram

Uma intervenção com cores muito fortes. Fica próxima da estação e é uma obra do português The Caver


Circo Contemporâneo, na Praça Francisco Barbosa. Um espetáculo muito bom. Grandes artistas!

Sem comentários: